Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

29 de jul de 2012

Causos II


A nova máquina de votação com identificação digital.
As velhas e novas raposas já saíram da toca. Muitas serão abatidas logo de cara, entenda-se como "abatidas" o fato de não conseguirem a votação necessária para permanecer no páreo. 


Outras, porém, terão uma sobrevida chegando ao segundo turno, que com certeza acontecerá esta é a minha opinião.



Existem muitas coisas interessantes no período pré-eleitoral, destacaria os jingles e as fotos dos candidatos. Nesse "circo de horrores" em que já mergulhamos as fotos dos candidatos, é um capítulo à parte. Já repararam nelas?


É gente nova que parece mais nova ainda (fotochópi uai!) é gente "véia" e feia que quer parecer mais bonita e a grande maioria dos candidatos com aquele enorme sorriso amarelo. 


Não sei se de vergonha, ou de "sem vergonha" mesmo! A vida é bela! E os apelidos? 


É fulano não sei de onde, o outro é daquele sindicato, outro daquela autarquia, outro é da educação...

A turma dos carros e motos de som já  trafegam á toda, tirando nosso sossego com a sua  mensagem. Poluição sonora sem dúvida! Alguns “jingles” são interessantes de tão horríveis que são. Não seguem nenhuma sequência lógica e melódica, ficam repetindo frases para que as últimas palavras rimem. 

Os "sucessos" musicais da última temporada já foram transformados e agora receberam as promessas dos novos candidatos. Se algumas músicas eram insuportáveis, imagina agora... Já achei candidato que usou o eu Quero Tchu, eu Quero Tcha para o meu desespero.  Só faltava o camarada da saveiro preta (clique aqui e leia!) incorporar o jingle também! Kkk!

15 de jul de 2012

Se essa praça fosse minha.


Praça Rui Barbosa-Centro de Araçatuba, há algum tempo atrás...


Se essa praça fosse minha,

Eu mandava restaurar,

Mantendo a originalidade 

que quando criança me fez sonhar.


O coreto e a fonte ,

A banda a tocar.

Muita alegria e correria ,

com a criançada a brincar.


Mães, pais,

 todos a festejar.

Na praça principal 

os namorados a se encontrar,



O domingo era especial ,

os pipoqueiros nos faziam lembrar.

Quanta alegria e satisfação 

não via a  hora de chegar.


Domingo na praça, 

alegria  e satisfação .

Fica aqui  um pedido de um cidadão:

Reforma sim, destruição não!


Mantenham a Rui Barbosa 

linda como era

Fazendo-nos lembrar 

De um tempo que não vai voltar.


A praça Rui Barbosa passa por reformas. Novo piso e paisagismo serão colocados. Pode ser que a fonte e o coreto mudem.

Pode ser que com a reforma ela fique mais bonita, mais atual, mas sua importância e relevância deveria fazer com que o bom senso fosse a tona na reforma.

Sei que não podemos viver no passado, sei também que as coisas mudam, algumas porém para pior. Espero sinceramente que esse não seja o caso da nossa querida Praça Rui Barbosa, ou como é nacionalmente conhecida: "Praça do Boi Gordo".

Obra - "Praça do Boi"
Autor Marco Texeira Furtado
Tec: Óleo Sobre Tela retirado do site:http://museumarechalrondon.blogspot.com.br/2010/08/praca-do-boi.html

8 de jul de 2012

Caçar ou não cassar eis a questão.


Imagem retirada da internet, link na mesma.
Significado de Caçar v.t. Perseguir animais silvestres a fim de os matar ou apanhar vivos.       
Significado de Cassar v.t. Anular (licenças etc.).Tornar sem efeito (autorizações, permissões).

Verbo muito empregado ultimamente. Em se tratando de verbo deveria representar uma ação, porém na grande maioria dos casos o tempo e a morosidade do sistema jurídico com seu grande emaranhado de Leis, acabam criando mais entraves do que soluções. 
Para alguns é benéfico, pois utilizam-se desse tempo extra e continuam a tocar a sua vidinha.

No Paraguai quem diria, parece ser diferente caçaram o Lugo? Não! Ele foi cassado!

De Brasilia à Araçatuba as “novas” se espalham com uma rápidez incrível. Leia-se como rápido um período que pode durar de 12 meses a 12 anos, depende das provas, dos advogados, do dinheiro envolvido e é claro da cabeça do magistrado por onde passará o processo.


Não podemos esquecer ainda que no mundo político quem é a caça hoje, poderá ser o caçador amanhã. O que fazem os caçadores quando conseguem abater a caça? Colocam a cabeça dela numa moldura e penduram-na na parede como troféu. Tudo metaforicamente falando é claro. 


Nosso querido país é um estado democrático de direito e isso que por um lado é bom, por outro permite alguns excessos. Fica a pergunta: E aí? Enquanto isso nós, simples mortais continuamos a acompanhar tudo sentados, esperando o salvador da pátria.

Depois de algumas linhas desenvolvendo esse raciocínio decidi compararar o cassar político ao caçar de fato.

Por mais selvagem que pareça a savana é o ambiente mais democrático do mundo. 


Não tem conchavo não tem armação. A Zebra, o antílope, o elefante, o coelhinho que se cuidem, não há convenção política que os salve de um futuro ataque. É “fire in the hole” e cada um por sí. 


Quando mortos, ainda colaboram para que muitos outros animais se fartem das suas carnes, ou seja, são úteis até mesmo depois de mortos. E pouco  interessa quem os matou.

Mas como deter as infindáveis excursões dos caçadores ao interior da áfrica? Como deter esse prazer sádico e desprezível que só o ser humano é capaz? Somos a única espécie que mata pelo simples prazer de matar.

A pobreza daquele continente aliada a falta de bom senso daquela população motiva os aldeões e guias locais a levarem os mais abastados (abestados?) nesse tour de sangue onde a faceta mais cruel do ser humano é desnudada. 

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11