Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

30 de jul de 2011

Tem coisa, que só rindo!


A Imponente bandeira de Goiabolândia.

Essa semana achei uma matéria num site que tratava sobre  resiliência. 


Confesso  que não sabia o significado exato da palavra, e ao pesquisar um pouco sobre seu significado, fiquei espantado com a sua aplicação tanto na vida pessoal como na vida profissional, e o que li, esclareceu a  minha dúvida.

Pensei em escrever sobre o significado da palavra, de como ela se aplica ao ambiente profissional e etc, comento isso no início do post, pois gosto de compartilhar do "processo criativo". 

Mudei de idéia, preferi contar uma historinha, dessas que encontramos em livros, gibis e congêneres, o que me remeteu ao meu passado, lembro-me de folhear um antigo livro de histórias infantis que havia encontrado no quartinho de bugigangas que meu pai mantinha em nossa casa, esse almanaque pertenceu a minha tia, cujo título até hoje não esqueço "Almanaque Infantil de 1949". 

Nele você encontrava várias histórias, lembro-me de apenas uma, cujo personagem central era um tal de Tom Sawyer. Lembro-me bem do formato do almanaque, capa dura, folhas que pareciam de seda. Viajei! Dá uma saudade, uma nostalgia, mas vamos lá...

23 de jul de 2011

Todo mundo odeia o preconceito... Será?



Capa segunda temporada, link na imagem.

Temos observado na mídia em geral, notícias sobre as "ondas" homofóbicas que assolam nosso país. 

O problema, é que esse "onda" é global. A mídia internacional, traz ao nosso conhecimento quase todos os dias algum tipo de exemplo assim. No exterior, em alguns países, além da xenofobia, o turista, ou imigrante pode experimentar entre outros sentimentos negativos, o racismo, mesmo tendo a mesma cor da pele do nativo local, mas nesse caso, o racismo existirá pelo fato de ser de nacionalidade diferente. 


Grupos formados por pessoas intolerantes se acham no direito de atacar as "minorias" impondo aos mesmos, uma rotina de horror e ódio. Não bastasse o ódio, esses grupos criam situações, onde ( na concepção deles), "diferentes" passam a ser cidadãos de segunda classe, e como tal no regime nazi-fascista, devem ser coagidos, combatidos e na pior das hipóteses eliminados do nosso convívio. 

Recentemente pai e filho que andavam abraçados em uma feira agropecuária no interior do estado de são paulo, foram atacados por um "grupo homofóbico", que os confundira com um casal de gays. 

Não atacaram eles diretamente, perguntaram primeiro se eram um casal gay, diante da negativa e da explicação do pai dizendo que se tratava de pai e filho, os meliantes foram embora, depois, voltaram e os atacaram. Um absurdo! 

9 de jul de 2011

Só a educação liberta. (Epicteto)

Imagem retirada da internet.
Gosto de pedalar, faço disso um exercício diário, que além de ser uma ótima atividade física proporciona-me oportunidade de conhecer  mais de perto as peculiaridades e as mazelas da cidade. 

Digo isso, pois a propaganda veiculada pelo governo municipal, sempre traz algumas contradições entre o que é veiculado na propaganda, e o real estado de coisas, mas isso faz parte do jogo político. 

Até ai nenhuma novidade, devo dizer que, gostaria de estar enaltecendo os feitos da administração, mas pelo que vejo, muito ainda está por ser feito.

Há algum tempo, realizei um post, e como de costume anexei algumas fotos de lugares que necessitavam urgentemente de intervenção da prefeitura. 

3 de jul de 2011

Vamos refletir?


Endereço e link do blog de onde foi retirada essa imagem, basta clicar na figura.


Não tenho dúvida da influência das decisões políticas nas nossas vidas, e do quanto isso na grande maioria das vezes acarreta transtornos e revolta.

ho dbre as nossas vidas atingindo todas as esferasA nossa imaginação nos trai quando a palavra política, soma-se a palavra situação, imediatamente transportamos nosso pensamento para Brasília, pois lá é o foco dos nossos descontentamentos e muitas vezes da nossa revolta e pouquíssimas vezes do nosso contentamento. 

Os conchavos, as armações, os “malabarismos” feitos nos corredores do Congresso pelos políticos, para continuarem a ganhar sem muito fazer, para faturar com contratações fraudulentas, com a aprovação desta, ou daquela Lei que beneficiaria esa, ou daquela Lei que beneficir, para continuar a ganhar com contrataçá esse, ou aquele grupo e por ai vai! 
O problema é que esse estado de coisas, assim como um vírus, ou uma bactéria é automaticamente transferido para os Estados e na tabela, também aos municípios. Creio que essa seja a visão macro.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11