Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

20 de fev de 2011

Na sua cabeça, qual é a representação do Divino?

Imagem retirada da internet,  refere-se á Buddy Crhisty (Cristo Amigo).
Imagem apresentada no filme Dogma-1999.
site: http://store.twistedgrins.com/storefrontprofiles/DeluxeSFItemDetail.aspx?c=0&i=190192976&sfid=105990&sid=1

Lembro-me quando criança (9 ou 10 anos), tinha o hábito de ficar balançando na área dos fundos da minha casa, era uma área pequena, talvez uns 10 m2 onde além do balanço, tinha um tanque de lavar roupa e esse balanço era preso a uma vigota mais ou menos no centro da área. 

Passava ali um tempo agradável, me divertia muito. 

Minha mãe lavava as roupas no tanque, e na grande maioria das vezes eu  acompanhava seu trabalho ao lado,brincando, balançando. Sempre fui muito apegado a ela, conversava muito éramos muito amigos, éramos porque ela faleceu!  Não preciso dizer o quanto a respeitava e a recíproca era verdadeira. 


As vezes eu exclamava:
-Mãe em 2000 e tanto eu vou ter tantos anos e ficava sucessivas vezes fazendo essas contas!


Ela dizia:
-Nossa filho é mesmo!
-Quando eu casar não sei se vou querer filhos!
-Você não sabe a alegria que é tê-los, ela dizia e ria muito!
Dentro dessas divagações eu perguntei a ela um dia:

-Mãe, para você como é Deus?

-Meu filho, é pecado só de pensar nessas coisas! 

Minha avó e avô eram evangélicos, meu avô inclusive, fundador de uma comunidade religiosa em minha cidade, super tradicionais, levavam a bíblia ao pé da letra. Minha avó vinha sempre nos visitar, moravam alguns quarteirões da minha casa, meu relacionamento com eles também era muito bom.

Minha avó falava-me sempre de religião, da importância de seguir uma, eu escutava, já meu avô falava sobre Portugal, da sua infância, contava-me sobre o meu bisavô, era um fanfarrão, tinha estória para tudo.


Minha mãe não era evangélica, meu pai não seguia a religião dos meus avós,então eles acharam por bem não empurrar religião, goela abaixo de ninguém em casa!


Numa  dessas visitas, onde minha avó veio sozinha, tomei coragem e perguntei a ela:
-Vó para a senhora quem é DEUS?
-Tá vendo! Se o seu pai freqüentasse e  mandasse você para a igreja, você saberia! 
É o criador de tudo meu filho, devemos sempre obedecer a sua lei, pois é a única maneira de entrarmos no céu! Deus não gosta de crianças mal-educadas e que não temem á ele!

Fiquei morrendo de medo, como é que eu entraria no céu? Até agora nenhum adulto (que eu imaginava) ser sabedor de tudo soube me explicar quem é DEUS, como é que eu terei que saber o que fazer para entrar no céu? 


 Ih... lascou! 


No bom sentido é claro, depois disso minha avó falou com meu pai e ele "deixou" eu frequentar a igreja dos meus avós por longos 7 meses! 
Tudo bem que eu me interessei por uma menina muito bonita, que freqüentava a igreja; branquinha, olhos claros, cabelos claros, um pecadinho !

Depois de 7 meses tinha desistido da igreja e da menina, não exatamente nessa mesma ordem!

A dúvida persistia, fui ficando mais velho, agora estudando e avaliando a Bíblia, e sempre que podia tentava perguntar aos esclarecidos qual a visão deles do criador, várias foram as opiniões coletadas, sobre o  céu, terra, inferno, alma, algumas visões mais "alegres", outras nem tanto!

Anos mais tarde cursei o ensino técnico numa escola “de padres”. 

Muito rígida e cujos padrões educacionais são excelentes! Tínhamos um padre-coordenador,  gente boa, na faixa de  35 anos por aí, (na época eu, pré-adolescente), mas muito severo  e obviamente omitirei seu nome, chamando-o apenas de padre. 

Um dia, matei as minhas aulas e fui a capela, adorava mexer na bateria que ficava na igreja, e as vezes, distraia-me, quando penso que não, sou pego em flagrante delito, e o padre coordenador me perguntou:

-Menino o que você faz aqui?
-Eu fui tomar água e vim aqui!
-Fazer o que disse o padre?
-Hã ... Padre o senhor conhece DEUS?
-O que? Perguntou o padre.
-É ... Deus retruquei!
Deus é o criador do céu da terra, de tudo que há sobre e debaixo dela! Ora quem é Deus? Volte para sua sala!
-Voltei!

Comecei a ler, pesquisar, descobri Deus em vários lugares, nas atitudes de algumas pessoas, e presenciei também a falta dele em muitos outros lugares, e principalmente no coração de outras pessoas.

Me disseram que DEUS estaria nos lugares bons, onde as pessoas se respeitam, comungam da mesma idéia, se ajudam, descobri também que DEUS pode estar ao seu lado no seu quarto, na sua mente. 

E descobri também que toda a redenção, e culpa residem em Deus, porque ora ou ELE quis, ou ELE achou melhor assim!

As religiões difundem imagens, dogmas, crenças para que a presença Dele seja por nós respeitada, algumas até querem que nós o temamos!

Fica uma pequena reflexão:


-Para você quem é Deus? 


No filme Dogma, que é uma comédia polêmica antiga, (1999), em determinado momento dois anjos estão estudando uma possibilidade de voltarem ao Éden, pois foram de lá expulsos por Deus. 


A cena que editei é quando o anjo Loki - interpretado por Matt Damon, extremamente astuto, convence uma freira a largar o hábito, colocando a ela questões existenciais que a religião não a preparou para responder. 


Em seguida o anjo Barterbly - interpretado por Ben Aflleck tece alguns comentários sobre nós (seres humanos) á Loki, que por ser o anjo da morte não entende muito os seres humanos, sendo que, a sua missão é eliminar os pecadores.


Não quero dizer que essa  ou aquela religião têm falhas, aprendi na verdade que todas tem! 


Mas as dúvidas que surgiram na cabeça dela (da freira), poderiam muito bem ser as que ainda não foram totalmente resolvidas na cabeça de uma criança, e que a essa altura do campeonato transformou-se em um  adulto.


Não seria por exemplo, o seu caso?


Abaixo a cena que falei, por favor, divirtam-se, a cena é curta, mas serve acredito, para refletir!





10 comentários:

Yolanda Hollaender disse...

Amigo Paulo, Cidadão Araçatuba, bem interessante sua experiência de criança ao querer entender quem é Deus.
São lembranças que realmente marcam. Lembro que também tinha meus questionamentos sobre a educação católica que recebi. Meu maior trauma era uma história contada na aula de Catecismo, quando num livro "didático" via um menino dentro de um armário e uma fresta de luz surgia através de uma abertura da porta. A frase "assustadora" de que "Deus via tudo e não adiantava se esconder", me amendrontou por muitos anos... Até que firmei minha fé por mim mesma.
Acredito em Deus como meu Criador, porque a vida é um organismo perfeito. Cada um tem sua missão e terminada a estrada, um novo plano está reservado para nosso espírito.
Assistirei o vídeo recomendado e obrigada por compartilhar.
Meu abraço,
Yolanda

Cidadão disse...

Ficou feliz com as suas visitas e comentários partilhando suas idéias e conceitos!
Yolanda, imagina todas essas duvidas, e ainda estudando numa "escola de padres".
Isso porque não relatei no texto que o meu professor de religião,padre obviamente, era um sobrevivente de Auschwitz!
Rs... Já imaginou a "mente aberta" dele?
Grande Abraço e excelente semana!

Inezteves disse...

Para mim uma frase de para-choque é boa: "Deus sem você é Deus, você sem Deus é nada!"Quem achar que Deus é carrasco , não o conhece verdadeiramente! Deus é AMOR!Convido-o a verificar:
http://inezteves.blogspot.com/2010/07/amar-verbo-divino.html

Herbert disse...

Desde pequeno também sempre fui muito questionador, li, filosofei, pensei, pesquisei e... me tornei ateu! Interessante que nos países onde o povo é mais esclarecido e tem um bom grau de estudo, existem mais ateus q nos de terceiro mundo onde o povo é pobre e ignorante. Sem falar das porcentagens em cadeias né. Hail God! God is my fürher. o/

Cidadão disse...

Inez passei pelo endereço, li e deixei um comentário lá! Obrigado e Grande Abraço!

Cidadão disse...

Obrigado por comentar Herbert, a liberdade do pensamento é algo que devemos sempre respeitar!
Grande Abraço!

PS Libere seu perfil, gostaria de conhecer seu blog/site!

Anônimo disse...

Deus é a consolidação da ignorancia e do egocentrismo humano!

Atena disse...

Paulo:
Agora vou reforçar o pensamento ateu/ignorante do Anônimo: Eu sou Deus. rsrs
Claro, pois se somos partículas Dele como dizem as religiões, eu também sou Deus.
Claro que ainda estou na fase de trainee, mas curas eu já faço, pelo menos em mim. Agora estou treinando transformar água em champagne. rsrs
Brincadeiras à parte, eu penso assim: todos nós somos Deus também. Vejo A Fonte como um coletivo e um individual ao mesmo tempo. Não penso realmente em quem ou o que é a Fonte porque o principal é senti-la e isso eu consigo.
Vou postar mais adiante qual é o caminho para a Fonte ou Deus (palavra desgastada). Faz uma ideia de qual seja? rsrs
É a Criança interna.
beijos

Cidadão disse...

Olá Atena!
Eu estou na fase de boy! Afinal ainda não me classifiquei Rs...
É o anônimo foi fundo!
Acredito também que somos um pouco de Deus, afinal o real/imaginário caminham juntos ora somos perfeitos, ora completamente loucos!

"Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade..." como dizia Renato Russo - Legião Urbana.
Conseguindo a transformação (água/champagne!) favor postar Rs...

PIMENTA E POESIA (Maria Tereza) disse...

A-d-o-r-e-i esse texto...(na verdade me sinto como se tivesse acabado de te conhecer)...texto genial porque é simples, verdadeiro. E de uma doçura sem tamanho, essa sua doçura rock'roll...abraçãoooooo querido!

Postar um comentário

Comente, discuta, reflita, sua opinião é muito importante!.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11