Inscreva-se !

Coloque seu e-mail aqui!:

Entregue por:FeedBurner/Cidadão Araçatuba

26 de set de 2010




Continuando a divulgar nossas entrevistas com os presidentes de bairro da nossa cidade, hoje entrevistamos o Sr. Nilson Marques da Silva. mais conhecido como: “Nilsinho” presidente da Associação de Amigos do Conjunto Habitacional Clóvis Valentim Picolotto - Lago Azul

Morador há 21 anos no Bairro Clóvis Valentin Picolotto, mais conhecido como Lago Azul

Sr. Nilson Marques da Silva tem desempenhado sua função de Presidente da Associação de Amigos do Conjunto Habitacional Clóvis Valentim Picolotto-Lago Azul desde: Março/2008 com mandato até: Março/2012 recebeu esse questionário em: 23/08/2010 para respondê-lo e gentilmente o fez, o que desde já agradecemos sua presteza e interesse em divulgar conosco as informações daquela comunidade.

Começo perguntando o que para muitos pode ser óbvio, mas só quem efetivamente vivencia isso sabe das dificuldades encontradas, com base nisso, pergunto:

1. É difícil representar a comunidade? Trabalhar para o bem comum é realmente reconfortante, ?

Resposta: Super difícil, mas muito gratificante.

2. Quando foi fundada a Associação de bairro, e quantos membros a integram?

Resposta: Foi fundada em 1991 e conta atualmente com 12 membros.

3. Para que outras pessoas da cidade se localizem, onde fica á sede?


4. O senhor poderia quantificar qual a participação da população na solução dos problemas do bairro?

Resposta: 50% dos moradores atuam e participam.

5. Qual a sua maior dificuldade em administrar a associação?

Resposta: Falta participação e ação do poder público.

6. A verba para manutenção das atividades vem de onde?

Resposta: Não existe verba do poder público, os moradores que colaboram com os eventos realizados pela associação.

7. Quais são os serviços oferecidos pela associação à população?

Resposta: Festas sociais, cursos palestras, atendimento médico (médico da família) entre outros.

8. Há na associação uma preocupação em proteger o meio-ambiente? No que tange a orientação das pessoas da comunidade, e a aplicação dessas medidas para proteção do meio-ambiente há um efetivo retorno da população?

Resposta: Quanto a associação sim,quanto a população não!
9. Das atividades desenvolvidas pela associação a conscientização política é abordada? Os movimentos sociais do bairro coadunam-se com as bandeiras da associação? A associação preocupa-se em inserir ”digitalmente” a comunidade, já que hoje em dia praticamente tudo é feito pela internet?

Resposta: Sim, a inserção ainda não aconteceu por pura falta de recursos!

10. Como o senhor vê a participação da administração municipal, na solução dos problemas do bairro?

Resposta: Participação muito “lenta”. E não é falta de pedir, pois enviamos vários ofícios solicitando recursos e serviços.

11. Como a administração municipal recepciona o líder da comunidade? Existe real interesse em conhecer os problemas da comunidade?

Resposta: Regular. Sim, mas deixa de acontecer

12. Faça um pequeno relato dos problemas mais graves em nossa comunidade e (se relatados ä administração municipal), como estão sendo resolvidos?

Resposta: Recuperação e pavimentação das ruas, segurança,iluminação, estão sendo resolvidos “devagar, quase parando”...

Essa foto é da Rua Juscelino Kubitschek de Oliveira, onde está localizada a associação!

13. A imprensa local já o entrevistou recentemente? Houve por parte da mesma a preocupação na divulgação dos problemas do bairro?

Resposta: Não.

14. O que o senhor acha da iniciativa de poder levar os problemas do bairro a um universo maior como a internet?

Resposta: Acho otimo!

15. Se o senhor pudesse mudar algo para tornar suas reivindicações mais efetivas na administração municipal, o que o senhor mudaria?

Resposta: Trocaria todos os assessores do senhor prefeito!

16. Fique á vontade e escreva algo que embora não tenha sido perguntado o senhor entenda de real interesse e que deva ser divulgado para todas as comunidades da nossa cidade .

Resposta: Que todas as lideranças de bairro deveriam ter uma verba mensal para a manutenção do Centro Comunitário.

Existem outros projetos que a associação integra, segundo a Vice-Presidente, a Sra.Maria Alice, tem a horta comunitária que foi uma conquista da associação!

Foto Horta 1

Foto Horta 2

Como araçatubense é duro admitir, mas a cidade está completamente abandonada, a cada obra realizada, outras tantas existem para sere feitas, a administração municipal preocupa-se ao nosso ver a ficar modificando a estrtutra da administração. Mas concretamente nada é feito, encontramos praças sujas, ruas esburacadas, bueiros entupidos, todo o tipo de desmanzelo, próprio de alguém que, ou não anda pela cidade, ou confia em outrem, que também nada faz! É um verdadeiro contra-senso, a população ainda que tardiamente e o pior, lentamente tem que entender da necessidade em se unir. Em cobrar dos nossos vereadores e administradore o devido respeito pelo município, pelo cidadão que a razão de existir do município, estado, país.

Recorro a juventude, mas a juventude pensante, apesar dos palavrões, (que na verdade todos temos vontade de repetir quando se trata de política!) tai uma mensagem legal para alguém que AINDA NÃO ACORDOU!

12 de set de 2010





 
Foto 1
Seguindo com as entrevistas com os presidentes de bairro da nossa cidade, ouvimos o Sr. Sebastião Valdecir Sigari mais conhecido como Valdecir, ou pelos íntimos como “Ursão” presidente da Associação do Amigos do Jardim Guanabara - ou ASSAJAGUA.

Morador há 24 anos no Bairro Guanabara, o Sr. Valdecir tem desempenhado sua função de Presidente de bairro desde:Dezembro/2007 com mandato até:Dezembro/2011 nos recebeu na sede da Associação, em:31/08/2010, para responder a esse questionário.

Começo perguntando o que para muitos pode ser óbvio, mas só quem efetivamente vivencia isso sabe das dificuldades encontradas, com base nisso, pergunto:

1. É difícil representar a comunidade?

Resposta: Um pouco, pois existem muitos interesses entre os moradores e é muito difícil agradar a todos.

2. Quando foi fundada a Associação de bairro, e quantos membros a integram?

Resposta: Em 1982, e contamos com 11 membros.

3. Para que outras pessoas da cidade se localizem, onde fica á sede?


4. Os moradores participam; interessam-se em ajudar a associação a resolver os problemas do bairro, que sabemos, é de todos?

Resposta: A participação é muito pequena, estimo que cerca de 30% dos moradores participam, e em nosso bairro residem aproximadamente 2.500 pessoas. A maioria dos associados e freqüentadores assíduos, são pessoas com mais idade, o jovem ainda não descobriu a associação.

5. Qual a sua maior dificuldade em administrar a associação?

Resposta: Por incrível que pareça existem problemas de cunho religioso, alguns moradores que não são católicos, em função da religião que adotaram não freqüentam nosso espaço nem participam das nossas atividades, acredito que pela religião que seguem. A nossa associação está acima das religiões nosso único interesse é ajudar os moradores do bairro e desenvolver a comunidade, só isso! Mas ainda existem pessoas que não entenderam o espírito associativo!

6. A verba para manutenção das atividades vem de onde?

Resposta: Das atividades por nós desenvolvidas, bingos, quermesses, apresentação de músicos. Até gostaria deixar registrado que em: 18/09 teremos a apresentação de duas duplas, sendo elas: Leyde e Laura e Parreira e Rei do Vale. Quero lembrar que todos estão convidados e o ingresso é um kilo de alimento não perecível.

7. Quais são os serviços oferecidos pela associação à população?

Resposta: Hoje o nosso foco é cultural e esportivo, possuímos campo de malha, bocha, mas lutamos há muito tempo para trazer o Programa da Saúde da Família, mas para tanto temos que fazer algumas adequações em nossa sede, e isso ainda não foi possível em virtude da falta de recursos, temos “pelejado” junto a administração municipal, mas até agora ... nada!

8. Comente um pouco dos projetos sociais que o senhor desenvolveu para colaborar com o meio-ambiente.

Resposta: Fazemos a coleta das garrafas Pet (refrigerante) e de latinhas de massa de tomate, leite condensado, etc... E posteriormente fazemos a venda desse material sendo que o recurso vai exclusivamente para a associação. Tenho um sonho de assim que possível ampliar a sede da associação para que possamos guardar (prensado) esses recicláveis e vendê-los, pois quanto maior a quantidade, maior o valor pago pelo kilo. Esse dinheiro é totalmente revertido para os associados do bairro, gerando cestas básicas para as famílias mais necessitadas (que se cadastram e são fiscalizadas antes), dinheiro para exames ou consultas médicas desde que esses exames ou consultas não estejam disponibilizados pelo SUS,e até o limite de R$ 100,00. Só para se ter uma idéia, coletamos em torno de 10 a 15% das garrafas e reciclados no bairro, depois de comercializado, conseguimos comprar 70 caixas de cerveja para o evento que vamos fazer em 18/09. O ouro tá no lixo!

9. Existe coleta seletiva no bairro, o senhor saberia dizer se a população participa ativamente?

Resposta: Paticipa, mas não ativamente, acredito que de 10 a 15% fazem a reciclagem, muitos ainda não se conscientizaram, que além de ajudar a natureza com essa atitude, podem ajudar muitas pessoas, mas assim que conseguir ampliar a sede, a minha idéia será implementada totalmente. Pretendo logo que possível convocar os moradores e realizar uma palestra sobre a importância da reciclagem e como isso pode ajudar a comunidade.

10. A associação preocupa-se em inserir ”digitalmente” a comunidade, já que hoje em dia praticamente tudo é feito pela internet?

Resposta: Nossa estrutura física não ajuda, e ainda não sobrou dinheiro para adquirir esses equipamentos, mas já estamos pensando nisso.

11. O que (segundo as reclamações recebidas) os moradores tem mais necessidade? O que mais cobram do senhor?
Resposta: A implantação do médico da família na associação, essa é sem dúvida a maior cobrança que recebo, depois, asfalto, sinalização, coisas “menores”.

12. Existe por parte do executivo municipal interesse em conhecer os problemas da comunidade?

Resposta: O executivo não ajuda, e também não tem interesse em conhecer nossos problemas, nós enquanto associação é que temos procurado levar esses problemas à administração municipal.

13. Complete a frase, político bom é político...

Resposta: Participativo, defendendo e cumprindo as Leis, essa é minha visão!

14. O que o senhor acha da iniciativa de poder levar os problemas do bairro a um universo maior como a internet?

Resposta: É muito bom, a comunidade se faz conhecida, as pessoas podem pesquisar e ficar sabendo de maneira clara como a associação vê os problemas do bairro e como tem dificuldade em resolvê-los, quem sabe assim a comunidade se integre mais.

15. Fique á vontade e escreva algo que embora não tenha sido perguntado o senhor entenda de real interesse e que deva ser divulgado para todas as comunidades da nossa cidade .

Resposta: Tenho um pensamento; Enquanto os moradores não se unirem e entenderem que os problemas podem ser resolvidos de maneira mais fácil quando todos participam, as coisas ficam mais difíceis de serem resolvidas. Espero que a comunidade se una mais em torno da associação e entenda que somos os legítimos representantes deles e por eles queremos lutar!

 Foto 2 
Foto 3 
Foto 4

Eu me surpreendo sempre!

São pessoas assim, que doam parte do seu tempo livre (pois além de trabalhar na Guarda Municipal, e possuir um pequeno estabelecimento no bairro) o Sr. Valdecir ainda arruma um tempo vago para cuidar da associação para que os demais  associados/moradores, usufruam da mesma, simplesmente curtindo algumas horas de lazer. A idéia do reciclado não para aí, o Sr.Valdecir me disse que  pretende constituir um fundo, para ajudar moradores que querem tornar-se empreendedores. Como?

Perguntei a ele, e ele completou:

-Emprestando o dinheiro  arrecadado pela recilagem para que o morador adquira um bem para iniciar seu negócio, ou mesmo amplie o que  ele já tem, dessa forma ele cresce, gera emprego e o bairro se desenvolve!

E para quem gosta de uma boa música sertaneja, uma pequena amostra do talento de Leyde e Laura.

Blogueiros unidos participam e divulgam!

Blogueiros do Brasil
Cia dos Blogueiros

Clique, conheça nossa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores diHITT

Seguidores

Leve o Cidadão com você!


Total de visualizações desta página.

Plágio é crime! Quer copiar? Não custa nada pedir, obrigado!

IBSN: Internet Blog Serial Number 21-08-1966-11